Dicas Finanças

Planejamento financeiro para freelancers: Veja dicas de como organizar

O profissional freelancer, é aquele que atua no mercado de trabalho de maneira liberal e autônomo, prestando seus serviços para pessoas físicas ou pessoas jurídicas, por um tempo estabelecido e encontrando facilidades quanto as questões tributárias. Além disso, muitos profissionais atuam como freelancer, mas, vale ressaltar que para o negócio prosperar, é necessário ter um planejamento financeiro para freelancers.

Redatores, designers, jornalistas, fotógrafos, são alguns dos profissionais que atuam no mercado como freelancer, trabalhando para si mesmo e por isso o planejamento financeiro para freelancers é necessário, sem ele o profissional não tem um acompanhamento sobre o fluxo de caixa mensal, e consequentemente, um controle disciplinado sobre sua receita e suas despesas. Quer saber mais? Continue lendo o artigo.

Veja também:
Qual é a diferença entre valor líquido e valor bruto? Descubra
O que é um orçamento familiar e para que serve?
O que fazer para organizar as finanças pessoais?

O que é um freelancer?

O freelancer ou freela, como é popularmente chamado, é um profissional liberal que atua de maneira autônoma e disponibiliza seus serviços para pessoas ou instituições, por um período de tempo estabelecido. O profissional freelancer tem vantagens quanto a questões tributárias, além de facilidade para encontrar trabalhos de forma online. No mercado atual, muitos profissionais atuam como freelancer como fotógrafos, designers, redatores e outros.

Vantagens de trabalhar como freelancer

  • O freelancer trabalha para si mesmo, então tem mais liberdade, menos cobranças de outros, e pode administrar seu próprio negócio;
  • O freela tem vantagens no que se refere a questões tributárias;
  • Tem horários flexíveis;
  • Aumentar a rede de contatos, pois atende a diferentes públicos, pessoas físicas, empresas;
  • Ganha mais experiência em sua área e na administração de seu próprio negócio.

Dicas de como montar um planejamento financeiro para freelancers

Tenha uma reserva financeira inicial

A reserva financeira inicial, deve ser montada antes mesmo de iniciar sua atuação como freelancer, e equivaler doze meses dos seus gastos essenciais, pois nem sempre você inicia sua carreira como freelancer e consegue clientes de início. Se você iniciar sua profissão como freelancer e já tiver trabalhos, ou uma bases de clientes, você pode considerar guardar seis meses. 

Estruture uma planilha para controlar as finanças

Um dos passos mais importantes do planejamento financeiro para freelancers, é estruturar uma planilha, para controlar as finanças, ou seja, anotar o fluxo de caixa, quanto entrou e quanto saiu, assim ficará organizado, seguro, e você sempre poderá recorrer a planilha em casos de dúvidas, sobre um determinado dinheiro ou despesa. A planilha pode ser simples, basta você anotar alguns itens como:

  • Receitas: nesse espaço você deve anotar todo o dinheiro recebido, e se preferir pode montar outra planilha mais elaborada, com a lista de suas vendas e seu respectivo pagamento. As receitas devem ser separadas por mês;
  • Gastos com o trabalho: nesse espaço você deve anotar todos os seus gastos com o seu trabalho. Salários mensais, despesas com equipamentos de trabalho, impostos.
  • Gastos pessoais: nesse espaço você deve anotar todos os seus gastos pessoais, como alimentação, contas, lazer.

Lembre-se, sua planilha deve ser conciliada com o seu caixa, ou seja, o saldo bancário constado na conta, deve estar em consonância com o saldo apresentado na planilha. Semanalmente, você pode separar um dia, para organizar a planilha e acompanhar o lançamento do dinheiro na conta, assim você evitará que essa atividade acumule e leve mais tempo para ser organizada.

Além disso, no momento atual, existem ferramentas tecnológicas como programas e aplicativos, que permitem a administração do financeiro, elas podem facilitar o seu dia a dia, pois já estão prontas, basta apenas preencher, é mais fácil de organizar e acompanhar as finanças, as receitas, os gastos, e são mais práticas de armazenar, pois ficam na própria ferramenta.

Defina metas e objetivos

Definir metas e objetivos, é muito importante quando se é freelancer, como determinar a meta de diminuir os gastos, visando um objetivo maior que expandir a empresa, ou até mesmo diminuir os gastos desnecessários, para ter um controle maior das finanças e fluxo de caixa. Além disso, as metas e objetivos são importantes para motivar, ter um norte sobre projeções futuras.

Administre seu dinheiro

Um planejamento financeiro para freelancers, permite que você organize seu dinheiro e tenha mais controle sobre o seu fluxo de caixa. O freelancer é um profissional autônomo, e consequentemente trabalha para si, recebe o dinheiro e administra-o, e isso pode ser feito em uma poupança. Se essa administração de dinheiro, não tiver um fluxo de caixa disciplinado, considerando os ganhos e gastos, você vai quebrar.

Receba os seus pagamentos em uma conta separada

É necessário que o profissional freelancer, ao montar seu planejamento financeiro para freelancers, abra uma conta, de preferência jurídica, para receber exclusivamente os pagamentos de seu trabalho, pois o fluxo de caixa será organizado, você terá como destinar o dinheiro para as despesas específicas, e controlar quanto está entrando e quanto está saindo, e não gastar esse dinheiro, apenas o que está em sua conta pessoal.

Seja uma pessoa prevenida

Você não tem um trabalho e salário fixo, nem FGTS e por vezes sua produção e trabalhos podem oscilar para menos, visto que trabalha para si mesmo. Sendo assim, montar um planejamento financeiro para freelancers a curto e longo prazo, permite que você seja prevenido, tenha visão ampla de imprevistos que podem ocorrer no futuro e esteja preparado para enfrentá-los. 

Evite parcelas pequenas

As parcelas pequenas diminuem o poder de compra ao mês, e pagar á vista, permite descontos, organização e segurança financeira quanto aos meses seguintes. Além disso, se um mês estamos mais apertados, é possível tomar atitudes como diminuir o consumo, o salário. Mas, se existem parcelas a serem pagas, não há como fugir disso, por isso, se comprometa a parcela compras elevadas, que excedem seu salário.

Contrate um plano de saúde

Contratar um plano de saúde é essencial, primeiro porque você não tem mais assistência médica proporcionada por um emprego fixo, segundo porque a saúde pública do Brasil, encontra-se em colapso. O plano de saúde, pode ser mais simples, tendo uma cobertura que se adeque as suas necessidades, mas deve ser contratado antes de você deixar seu emprego fixo.

Guarde um dinheiro mensal destinado a viagens

Você pode guardar uma pequena quantia mensalmente, destinada a viagens, e separá-la de todo o resto do dinheiro, visto que você não receberá pagamento nas férias, devido a trabalhar para você mesmo. Mas, separar um dinheiro para um lazer, tirar uns dias de férias e viajar é essencial, para descansar a mente e o físico, e aproveitar um pouco dos seus ganhos.

Tenha uma fonte de renda extra

A fonte de renda extra, deve estar ligada a sua área de atuação, e permite que você tenha um dinheiro extra, e realize uma retroalimentação, entre seu trabalho freelancer, e sua fonte de renda extra. Por exemplo, se você é um profissional freelancer que atua como desenvolvedor de software, você pode tornar a manutenção do mesmo uma fonte de renda extra, oferecendo esse serviço ao seu cliente.

Tenha previdência privada

Se você é um profissional freelancer, que não se interessa por investir dinheiro em renda variável, renda fixa, ações, estudar o mercado financeiro, você pode investir em uma previdência privada, ao invés de investir na previdência pública. A previdência privada é uma opção prática, e te permitirá se aposentar quando você não quiser ou não tiver mais condições de trabalhar.

Invista seu dinheiro

Inicialmente, você deve definir o seu salário mensal, e o valor máximo em caixa. O valor máximo em caixa, deve ser semelhante a sua reserva de dinheiro inicial, o equivalente a seis meses dos seus gastos essenciais. Se o valor máximo em caixa ultrapassar o que você determinou, invista esse dinheiro, pode ser um investimento em ativos, lembrando de pesquisar bem sobre ou em uma troca carro para você, uma viagem. 

Mas, se você é um profissional freelancer com interesse em mercado financeiro, investimentos, você pode trabalhar para montar seu patrimônio. Aplique em investimentos fixos e variáveis, e realize aportes ao seu patrimonio mensalmente. Um valor médio e razoável para você investir mensalmente, é de 15 a 20% de seu salário ao mês. Juros compostos mais tempo, resultarão em ganhos a longo prazo elevados.

Similar Posts