Finanças

O que é um orçamento familiar e para que serve?

Para a sua família ter uma boa situação financeira, é fundamental ter um orçamento familiar bem-planejado. O orçamento familiar é para cada membro da família realizar seus sonhos e realizar os sonhos comuns de todos. No entanto, se não houver um bom planejamento familiar para arrecadar dinheiro, então não faz sentido não ter um bom orçamento familiar. Se a renda e despesas da família não podem ser controladas, a família pode gastar mais tempo com contas vermelhas e vencidas em comparação com o orçamento planejado anteriormente.

Planejar um orçamento familiar é uma tarefa que parece ser obvia e bem simples. É preciso método e força de vontade para dar início a organização. Compilamos algumas dicas com a intenção de te ajudar na mudança da maneira como você usa o seu dinheiro.

Veja também:
O que fazer para organizar as finanças pessoais?
Como funciona o cartão de crédito virtual?
Como investir dinheiro? Os passos corretos para começar

O que é um orçamento familiar e para que serve?

A definição do orçamento familiar pode ser dada como uma ferramenta que é capaz de ajudar a controlar melhor as despesas e receitas da família de forma mais pontual. Infelizmente, é muito comum ainda as pessoas não falarem de dinheiro, mesmo que seja entre os moradores da mesma casa. Porém, tal falta de comunicação e controle pode ser a causa de consequências graves.

Saber quanto são suas receitas e despesas é essencial para garantir a saúde financeira da casa. Afinal, além das despesas diárias, existem também alguns projetos pessoais e futuros que exigem planejamento e participação de todos para o sucesso.

Ao controlar o orçamento familiar, caso ocorra alguma situação financeira imprevista, você ficará mais tranquilo, portanto, as chances de ter que usar qualquer tipo de empréstimo para sair da crise são muito baixas. O ideal é sempre preparar reservas financeiras para esses imprevistos e evitar, tanto quanto possível, pedir dinheiro emprestado a bancos ou cartões de crédito.

Não deixe o peso financeiro da família depender apenas da sorte, controle sempre tudo e garanta uma vida tranquila. Somente com o planejamento do orçamento familiar adequado, você poderá manter todas as suas contas em dia e evitar perdas de dinheiro devido a juros. Dependendo da situação, pode até ser possível investir o dinheiro que sobra de cada mês e ficar cada vez mais perto da realização do sonho que foi adiado por falta de dinheiro.

Como planejar o orçamento familiar?

Muito simples. Você pode usar este guia passo a passo para orientá-lo na organização das finanças da família:

  • Separe em grupos as despesas e os ganhos;
  • Negocie suas dívidas, não acrescente novas dívidas;
  • Reduza despesas e aumente receitas;
  • Economize;
  • Definir metas de curto, médio e longo prazo;
  • Invista de acordo com seus planos.

Existem vários aplicativos e planilhas que podem auxiliar na realização deste controle. Encontre a ferramenta que melhor se adapta a você e comece a usá-la imediatamente. Depois disso, você poderá ter uma visão geral das entradas, saídas e dívidas cumulativas (se houver). Se as despesas de sua casa ultrapassam a receita, o primeiro passo deve ser cortar custos.

O segundo passo é renegociar suas dívidas (se houver). Entre em contato com a empresa e explique suas condições de pagamento. Mostre gentileza e negocie com paciência para que as mensalidades sejam compatíveis com seu bolso. Se necessário, contrate um advogado para te ajudar. Não se esqueça de que sua renda precisa pagar todas as despesas e dívidas, e o excedente restante pode ser retido e investido.

O dinheiro economizado constituirá sua reserva de emergência de curto prazo. Deve ser equivalente a pelo menos 6 meses de despesas domésticas. Então, por exemplo, se sua casa exige uma custo mensal de R$ 4 mil, sua reserva precisa ser de R$ 24 mil.

Qual a importância de se fazer um orçamento familiar?

O orçamento familiar é a sua ferramenta principal para ter um controle financeiro, pois permite entender claramente a renda e os gastos da família. Com ele, você pode equilibrar todas as suas contas, atingir metas financeiras e dar mais segurança e tranquilidade aos seus planos para o futuro.

Basicamente, fazer um orçamento familiar, quer dizer, registrar todas as receitas em sua conta bancária (salário, renda de investimentos, aposentadoria, etc.) e todas as receitas (contas, aluguel, impostos, etc.). Obviamente, o objetivo é gastar menos do que sua receita e o melhor é investir o excedente.

Como fazer um orçamento familiar simples?

Veja a seguir algumas dicas simples para conseguir fazer o seu orçamento familiar com mais tranquilidade e mais segurança de que vai dar certo: 

O envolvimento da família é sempre importante

Não devemos esquecer os nossos filhos. Todos podem ajudar muito. Quando todos estão envolvidos, é fácil definir metas e colaborar para cortar despesas. Quando todos estão envolvidos na decisão, é mais fácil colaborar com a tomada de decisão! A educação financeira também começa em casa;

Anote todas as despesas (todas mesmo)

A forma de pagamento são muito importantes. Exemplo: Cafezinho, fazer compras no supermercado, é um lanche imprevisível. Escreva tudo! Desta forma, fica fácil entender o valor que pode ser eliminado ou reduzido nas despesas. Ao considerar estratégias para controlar o orçamento com sabedoria. Você deve controlar seu orçamento familiar;

Estabeleça limites de gastos com os familiares

Por exemplo: gastos com filmes, roupas e passeios. Acompanhando o progresso. Verifique se atende às condições que você definiu em seu orçamento familiar!

Economize algum dinheiro

Se você não domina outras formas de investimento, a poupança é uma forma inicial. Lembre-se: economizar dinheiro é muito importante para lidar com situações inesperadas, use outras oportunidades para pagar à vista (por exemplo, para evitar juros em prestações).

Faça uma redução no desperdício

Para economizar dinheiro, não há saída: é preciso reduzir despesas. O primeiro passo para o sucesso é reduzir o desperdício diário. Em primeiro lugar, mude seus hábitos diários, como deixar a TV na sala ligada sozinha e dormir com o ar condicionado ligado todos os dias. Em seguida, faça mudanças mais drásticas, como reduzir os gastos com lazer (viajar na rua, almoçar e jantar, etc.). Para reduzir o desperdício, todos os membros da família devem trabalhar juntos. Parece que não há amanhã quando uma pessoa corta despesas enquanto os outros membros da família continuam a gastar dinheiro.

Se atente as compras no mercado

Uma simples viagem ao mercado pode prejudicar gravemente o orçamento familiar. Para impedir esse acontecimento, algumas medidas devem ser tomadas, como nunca ir comprar quando estiver com fome, fazer pesquisas de preços antes de ir ao supermercado, comprar apenas o que a família precisa e deixar de lado as marcas mais caras e compras as mais em conta. É fácil desenvolver esses hábitos e com certeza vai ter um grande impacto na conta da família no final do mês.

Defina um objetivo comum

Uma forma de incentivar os familiares a economizar é definir um objetivo comum a ser alcançado com o dinheiro economizado, como uma viagem de férias ou comprar um carro novo. Envolva todos na definição de metas e fortaleça a importância da participação de todos os membros da família para atingir as metas.

Para equilibrar o orçamento familiar, é necessário envolver todos os membros da família e garantir que os gastos sejam controlados constantemente. Só assim será possível garantir que as receitas sempre superem as despesas.

Similar Posts