Finanças

O que é independência financeira? O que fazer para conquistar?

A inadimplência é um fator que deixa as pessoas fora de controle  e a cada dia vem se tornando um dos temas mais debatidos, pois a insegurança na área financeira gera todo tipo de sofrimento.

Isso gera muitas frustrações ao final do mês, já que o medo e as incertezas do que a inadimplência pode causar tomam conta das pessoas. 

E ainda ter que dobrar a carga horária para apenas sobreviver, e deixar para trás uma vida de lazer, passeios, trabalhos que tenham  mais sentido, também é conhecido e generalizado.

Atualmente as pessoas passam sua vida trabalhando de forma estressante, em especial nas grandes cidades. Alguns termos que circulam como o workaholic deixam isso bem claro, que é a pessoa que tem o vício de trabalhar ou mesmo uma síndrome de Burnout. Essa síndrome é causada pelos efeitos psicológicos da sobrecarga de trabalho, causando assim o esgotamento. Em muitos casos as pessoas não têm tempo para fazer aquilo que mais gosta, como ir a uma academia, fazer aula de dança, ou tirar férias prolongadas, entre outras.

É justamente por isso, que a procura por soluções de inadimplência financeira vem crescendo a cada dia.

Veja também:
Anuidade do cartão de crédito: Tire suas dúvidas sobre o assunto!
O que são milhas? Como utilizar as milhas do cartão?
Qual a vantagem de ter uma conta MEI? Veja como abrir uma!

O que é independência financeira?

A independência financeira, nada mais é do que a capacidade de sobreviver por algum tempo ou pelo resto da vida sem a necessidade de trabalhar fixo, mas trabalhar para si mesmo, ter seu próprio empreendimento. Essa independência financeira vai depender dos seus objetivos.

O que fazer para conquistar a independência financeira?

Para conseguir uma independência financeira, devemos deixar de lado muitos costumes que levam ao endividamento e começar a economizar. 

Para termos a independência financeira, precisamos trabalhar no que gostamos sem comprometer o orçamento ou viver de renda apenas com investimentos e capital resultante do patrimônio.

Apesar desse conceito ter várias definições, ser independente no que diz respeito a financeiro significa não ter problemas com dinheiro, ou seja, pode realizar seus sonhos e alcançar seus objetivos como, viajar pelo mundo, casar, ter filhos, entre outros.

Veja algumas dicas de como conquistar sua independência financeira:

Faça um planejamento financeiro

A organização é o primeiro passo para ter a sua independência financeira. De acordo com o Serasa, o número de inadimplentes já ultrapassa os 63,2 milhões de brasileiros. Isto é, se têm alguma dívida já é um indicativo de falta de planejamento financeiro, o não é bom para o profissional freelancer que não pode contar com um salário fixo.

Uma dica importante é usar uma planilha ou aplicativo de finanças pessoais, como guia de bolso. A partir do momento que você conhece seu custo mensal e quanto vai precisar para manter seu custo de vida, a independência financeira vai se tornar mais fácil.

Estabeleça metas

Estipule quais os seus sonhos para serem realizados nos próximos anos, se é conhecer novos países, comprar a sua casa própria, entre outras. Com o passar do tempo, as prioridades são diferentes, mas é bom manter uma direção e focar nos seus esforços financeiros para conseguir realizar seus objetivos.

Com suas metas estabelecidas, você consegue ter maior controle sobre as suas despesas e consegue guardar dinheiro para o futuro. Esses são os primeiros passos para a independência financeira, onde você consegue gastar menos do que ganha.

Desenvolva sua carreira

Para conseguir um padrão de vida melhor, é preciso aumentar o seu salário. Quem trabalha com carteira assinada pode contar com duas opções: ser promovido ou receber uma proposta mais que ganhe mais. Já quem trabalha por conta própria conta com mais liberdade financeira.

Mesmo não tendo um salário fixo, o freelancer não tem limites de ganhos. Ao ter o nome conhecido no mercado, pode aproveitar de muitas oportunidades e assim, aumentar seus rendimentos.

Faça uma reserva de emergência

A vida de freelancer possibilita uma previsibilidade na renda, isso é importante para poder se organizar financeiramente. Portanto, já que não há problemas pelo caminho, pode acontecer meses onde o salário será menor ou que você tenha menos tempo disponível para se dedicar ao trabalho.

faça investimento do dinheiro

Para os que não estão familiarizados com o mercado financeiro, começar a investir pode ser algo muito difícil. Mas, qualquer valor que sobrar do seu dinheiro, deve ser investido em alguma coisa que gere renda fixa, uma dica é, no Tesouro Direto, o mesmo é seguro e exige uma aplicação inicial de R $30, e melhor do que a poupança que tem rendimento baixo.

Quando você cria uma carteira de investimentos, está construindo um patrimônio e tem a possibilidade de receber um salário mensalmente sem ter grandes esforços. É claro que no início é um pouco difícil de poupar e os ganhos são baixos, mas a consistência garante bons resultados.

Mude seus hábitos

Para ter a sua tão sonhada independência financeira, primeiramente terá que se livrar das dívidas. Se têm alguma dívida procure os credores para resolver, em muitos casos, é possível obter descontos interessantes,procure não exagerar nos gastos nos meses seguintes.

Se você decidiu conquistar essa independência mais cedo, o ideal é repensar seu padrão de vida e começar a diminuir os gastos desnecessários. O cartão de crédito é um exemplo, o mesmo é controlado pelos bancos digitais e não cobram taxas de anuidade, nem para pagamentos e transferências.

Afirmar sua independência financeira é uma pretensão para muitos profissionais. Usando essas dicas, você fica mais perto de alcançar esse objetivo e viver uma vida mais tranquila. Além da tolerância do trabalho como freelancer, manter suas contas controladas e em dia, significa poder realizar seus sonhos.  

Importância do planejamento financeiro

Como já falamos, para cada pessoa a inadimplência financeira pode significar uma coisa diferente.

Hoje esse conceito pode ir desde conseguir pagar as dívidas com folga, é o caso das prestações de carro ou casa, até uma reserva para imprevistos, como o desemprego, e vai até não ter mais a necessidade de trabalhar para fazer tudo o que mais gosta.

Então, o primeiro passo é fazer um planejamento financeiro, que vai estabelecer uma visão de médio, curto e longo prazo. Mas se o seu desejo é apenas conquistar uma reserva, pode começar com algo que traga uma segunda renda, por exemplo, vender bolo caseiro.

Essa reserva de emergência é, sem dúvida, a melhor coisa para qualquer inadimplência financeira. É justamente por não poder contar com algo assim que muitas pessoas ficam frustradas e vivem com ansiedade, e ainda tem que conviver com o peso de não fazer o  que mais gosta.

Dá um passo importante para a independência

Para aqueles que já conseguiram criar uma reserva precisa agora dar o tão sonhado passo para a independência de contas e endividamento. Às vezes é os juros do cheque especial o que está consumindo toda sua renda mensal.

Agora é importante colocar tudo na ponta do lápis, para começar educar seu estilo de vida, e é importante deixar de gastar mais do que ganha. Já com as contas todas em dia, é só manter o controle e começar a economizar gastando menos e começar a juntar dinheiro.

É possível usar um calendário personalizado para estabelecer uma meta. Daqui a quantos meses ou anos você consegue se livrar das contas, dos endividamentos e juros altos.

Um dos grandes motivadores de uma pessoa é ter uma reserva, pagar suas dívidas e aprender a não contrair mais dívidas à toa, e enfim começar a ter controle sobre a situação.

Rumo à famosa “liberdade total”

Atualmente, é muito comum dizer que o que enriquece não é o seu emprego, mas sim o “trabalho após o trabalho”.

Isto é aquele trabalho que você usou como segunda fonte de renda. Agora que sua vida financeira está controlada, sem nenhum tipo de endividamento e com sua reserva de emergência, é hora de aumentar suas fontes de renda e concretizá-las. 

Em média a meta para conseguir uma liberdade de emprego é de 5 anos. Isto é, você já não é totalmente dependente de alguém que lhe contratou, mas vai poder ser seu próprio chefe.

A seguir veja algumas formas de gerar sua própria renda:

 É importante que você faça uma aplicação ou investimento;

  Você deve trabalhar como afiliado de uma marca;

  Você pode revender produtos importados;

  Você pode prestar consultoria de algo que gosta;

 Você pode criar e gerenciar uma loja virtual para aumentar sua renda;

 Você pode trabalhar como freelancer em algo que você domina.

O importante é ter criatividade para começar a gerar renda e se libertar do antigo emprego

O freelancer vem a cada dia se destacando e fazendo sucesso. Caso você goste de trabalhar com fotos, em redes sociais, procure usar isso para gerar renda, comece fazendo banner informativo e depois aposte em outros trabalhos como, fazer álbum de bebê.

Essas iniciativas podem levar você a sua tão almejada independência financeira.

Similar Posts